O escorpião (Marcelo) e a rã “lelé da cuca” (Balsemão)
Uma rã pode desempenhar múltiplas tarefas. Se, por exemplo, faz cópias, podemos chamar-lhe... a rã que xerox! (Mia Couto, “Cronicando”, p. 130). Se, mesmo lelé da cuca, consegue escrever as suas memórias, podemos encontrar aí coisas engraçadas.
Larvas, grilos e gafanhotos: admirável mundo novo gastronómico
Pode a gastronomia tradicional estar condenada a fazer parte de um passado morto, que paulatinamente se dilui nas brumas da memória, mas sem passado que nos ilumine o presente é uma sombra do que fomos e o futuro uma incerteza larvar de besouros, grilos, escorpiões e gafanhotos.
Vinte e cinco anos sem David Mourão-Ferreira
Nos lugares por onde passou captou ritmos e imagens, exprimiu emoções, engendrou metáforas. Amantíssimo dos clássicos, cultivava no poema a divina proporção, num virtuosismo sem falhas.